All for Joomla All for Webmasters

Para Raio

Acessos: 194

para raio joão pessoa

 

Segurança sempre foi um quesito fundamental!   Solicite já uma visita

Nossa equipe está pronta para fazer instalação de Para raios para a proteção do seu prédio e dos aparelhos eletrônicos que ali estão.

Fazemos Instalação de para raios em joão pessoa.

 

Tambem Atendemos em toda a região de João Pessoa na Paraiba, cidades circunvisinhas da região metropolitana, são elas: Bayeux, Santa Rita, Cabedelo, Conde, Jacumã, Carapibus, Coqueirinho de demais localidades proximas.

 

 

Atendemos todo tipo de clientes.

 

Predios, Hoteis, Pousadas, Condominios residenciais, Shoppings ( Shopings), Condominios horizontais.

 

captor-franklin

 

Um Pára-raios é o caminho mais eficiente para a passagem da energia elétrica entre nuvem e terra. De acordo com o Instituto Nacional de Prevenção de Acidentes com Raios (Inpar), consta basicamente de uma liga metálica, que possui na extremidade de cima uma haste para fixá-lo ou um emaranhado de condutores. Na parte de baixo, também há uma haste metálica ou um emaranhado de condutores enterrados no solo.
para-raio
O sistema foi inventado no Século XVIII, por Benjamim Franklin. Foi a forma encontrada, não para evitar a ocorrência de raios, mas para procurar desviá-lo de outro possível alvo. Para que funcione, é importante que seja mais atraente que o objeto que protege. Com sua presença, aumentam as de ocorrências de raios no local, mas em compensação, os raios serão atraídos a um caminho especial para eles, desviando-se desta forma, de outros locais incertos.

De acordo com o Instituto Nacional de Prevenção de Acidentes com Raios (Inpar), 99% dos pára-raios não protegem a edificação vizinha. Por isso, o ideal é que cada casa ou prédio tenha o seu próprio.

raio
Cada pára-raios é capaz de proteger um espaço equivalente à altura em que foi instalado multiplicada pela raiz de três. “Por isso, em muitos prédios, é preciso fazer uma rede de pára-raios ligada a uma central”, afirma. Ele lembra, ainda, que sobre o prédio, nenhuma antena ou qualquer outro equipamento pode ser mais alto que o pára-raios, sob pena de invalidar a proteção.